Imprensa


Notícias

RSS
06/12/2013
Em: Press Releases

 ​Aviões A-29 Super Tucano e T-27 Tucano celebram histórico de operações na Força Aérea Brasileira

 

São Paulo - SP, 6 de dezembro de 2013 – O A-29 Super Tucano, monomotor turboélice de ataque leve e treinamento avançado, estabeleceu este mês uma marca importante ao completar 10 anos de operação na Força Aérea Brasileira (FAB). A aeronave, que recentemente foi selecionada pela Força Aérea dos Estados Unidos (USAF) para o programa Light Air Support (LAS), ou Apoio Aéreo Leve, já superou a marca das 200 mil horas de voo. Atualmente, o modelo está em operação em nove forças aéreas na América Latina, África e Sudeste Asiático.

Este ano, o A-29 Super Tucano também foi escolhido como o novo avião do EDA (Esquadrão de Demonstração Aérea) da FAB, mais conhecido como “Esquadrilha da Fumaça”, em que substituirá o venerável treinador T-27 Tucano. O T-27 é usado na formação dos cadetes da Academia da Força Aérea (AFA) e está celebrando 30 anos de operações na FAB. Para celebrar a efeméride, uma das aeronaves da AFA recebeu uma pintura especial que será apresentada ao público pela primeira vez na cerimônia de formatura dos aspirantes-a-oficial, que se realiza hoje (6/12), na sede da AFA, em Pirassununga (SP).


Sobre o A-29 Super Tucano

O A-29 Super Tucano é resultado de um projeto desenvolvido de acordo com as rigorosas exigências da FAB. Com mais de 210 encomendas e mais de 170 aviões entregues, é totalmente compatível com as operações de combate em ambientes complexos. Além da reforçada estrutura para operações em pistas não pavimentadas, o avião conta com avançados sistemas de navegação e pontaria de armas, o que lhe garante alta precisão e confiabilidade, utilizando tanto armamento convencional como inteligente, mesmo sob condições extremas. O avião requer apoio logístico mínimo para operações contínuas. O A-29 Super Tucano está em operação em nove forças aéreas, executando com sucesso missões de treinamento avançado, vigilância de fronteiras, ataque leve e contra-insurgência.

Sobre o T-27 Tucano

Monomotor turboélice de asa baixa, o T-27 Tucano é equipado com um motor Pratt & Whitney Canada PT6A-25C, de 750 shp, com hélice tripá e trem de pouso retrátil. Foi o primeiro treinador básico turboélice a utilizar assentos ejetáveis configurados em tandem (um atrás do outro). Outras novidades do projeto eram o avançado cockpit, com instrumentos dispostos de forma semelhante aos modernos caças a jato, e o fato de reunir os comandos de potência do motor, abertura e fechamento de combustível e funcionamento da hélice em uma única manete, facilitando a operação e tornando a pilotagem similar a de um avião a jato. Os primeiros aviões de produção foram entregues em 29 de setembro de 1983. No total, foram produzidas mais de 630 unidades do avião para forças aéreas de 14 países.

Siga-nos no Twitter: @EmbraerSA

ASSESSORIA DE IMPRENSA

RSS