Imprensa


Notícias

RSS
22/10/2012
Em: Press Releases

 Embraer Defesa e Segurança entrega primeiros A-29 Super Tucano para a Mauritânia

    

 

São Paulo, 22 de outubro de 2012 – A Embraer Defesa e Segurança entregou, na última sexta-feira, os primeiros turboélices de ataque leve e treinamento avançado A-29 Super Tucano para a Força Aérea da Mauritânia, em cerimônia realizada em Gavião Peixoto. As aeronaves serão utilizadas em missões de vigilância de fronteiras.
 
“O Super Tucano tem experiência comprovada em combate, é versátil, extremamente eficiente e tem baixo custo de operação”, diz Luiz Carlos Aguiar, presidente da Embraer Defesa e Segurança. “Com esta entrega, ampliamos as nossas relações com o continente africano, onde esta aeronave tem despertado grande interesse”.

Dez clientes já selecionaram o A-29 Super Tucano no mundo todo. O modelo, que está em operação em sete forças aéreas na América Latina, na África e na Ásia, já superou a marca de 170 mil horas de voo e 26 mil horas de combate. O Super Tucano é capaz de executar uma ampla gama de missões, que incluem ataque leve, vigilância, interceptação aérea e contra-insurgência. A aeronave está equipada com avançadas tecnologias em sistemas eletrônicos, eletro-ópticos, infravermelho e laser, assim como sistemas de rádios seguros com enlace de dados e uma inigualável capacidade de armamentos, o que o torna altamente confiável e com excelente relação custo-benefício para um grande número de missões militares, mesmo em pistas não pavimentadas e ambientes hostis.

O A-29 Super Tucano opera mais de 130 configurações de armamentos, incluindo lançadores de foguetes de 70mm, mísseis ar-ar e bombas guiadas a laser, totalmente integradas ao sistema de missão da aeronave, com designador a laser. Estes armamentos inteligentes, de última geração, são empregados em missões operacionais reais, executadas pelo Super Tucano, há mais de cinco anos. O A-29 Super Tucano é fruto de um projeto desenvolvido de acordo com as rigorosas exigências da Força Aérea Brasileira (FAB). Com mais de 160 aviões já entregues, é totalmente compatível com as operações de combate em cenários complexos, em que são exigidas as capacidades de troca de dados e processamento das informações. Além da reforçada estrutura para operações em pistas não pavimentadas, o avião conta com avançados sistemas de navegação e pontaria de armas, o que lhe garante alta precisão e confiabilidade, utilizando tanto armamento convencional como inteligente, mesmo sob condições extremas. O avião requer apoio logístico mínimo para operações contínuas.


Siga-nos no Twitter: @EmbraerSA

ASSESSORIA DE IMPRENSA

RSS